Adam Clayton agradece o U2 pela ajuda na sua luta contra o alcoolismo.

Adam Clayton foi homenageado com um prémio pela organização MusiCares, que promove assistência médica a artistas musicais.
O músico aproveitou para, no seu discurso, agradecer o guitarrista Eric Clapton, Pete Townshend do The Who's, e a seus colegas de banda pelo auxílio prestado quando estava em tratamento para o seu alcoolismo, há alguns anos.


Subindo ao palco, a estrela de U2, de 57 anos, brincou: "Não estou acostumado a conseguir nada sozinho".
Seu discurso rapidamente se tornou sincero e franco. "Eu sou alcoólatra, viciado, mas de certa forma essa doença devastadora é o que me levou para essa vida maravilhosa que eu tenho agora", disse ele.

"É só que não consegui levar meu amigo álcool. Em algum momento eu tive que deixá-lo para trás e reivindicar meu potencial total".

Clayton disse que achava que sua vida como uma estrela do rock acabaria se ele deixasse de beber enquanto muitas de suas carreiras giram em torno da noite.

"Mas dois heróis meus estavam lá para mim e isso significou um grande negócio que eles tentariam me convencer de outra forma", disse ele.
"Depois de dois dobradores particularmente destrutivos, Eric Clapton estava lá no final do telefone. Ele não casou-o, ele me disse que eu precisava mudar minha vida e que eu não me arrependeria disso.

"Ele me deu o nome de um centro de tratamento e o poder de fazer uma chamada para eles. E enquanto eu estava passando por esse programa de cinco semanas, Pete Townshend me visitou e novamente colocou aço nas minhas costas".



Clayton acrescentou: "Eu tive sorte porque eu tinha três amigos que podiam ver o que estava acontecendo e que me amava o suficiente para me livrar das falhas.

"Bono, The Edge e Larry realmente me apoiaram antes e depois de entrar na recuperação e estou sinceramente grato por sua amizade, compreensão e apoio".

"Fizemos um pacto entre nós. Na banda, ninguém será uma baixa. Ou voltamos todos para casa
ou não volta ninguém", disse, acrescentando: "obrigado por honrarem essa promessa, e por me deixarem fazer parte dessa banda".

Os outros membros do U2 juntaram-se, depois, a Clayton para interpretar três músicas:
"Stuck In a Moment You Can't Get Out Of", "Vertigo" e "I Will Follow".





Fonte: BLITZ e RTE.ie

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
Twitter: https://twitter.com/u2_vision
Facebook: https://www.facebook.com/U2VisionOverVisibility 
Instagram: http://instagram.com/U2_Vision
Google+: https://plus.google.com/u/0/109901838418925515125/posts
YouTube: http://www.youtube.com/channel/UCOMXpAwoD6l3W5m4S1Odhmw
Dailymotion: http://www.dailymotion.com/U2_Vision
Vimeo: http://vimeo.com/u2vision
VK: vk.com/u2_vision 
Tumblr: http://u2-vision.tumblr.com/
RSS: http://u2-vision-over-visibility.blogspot.com.br/feeds/posts/default?alt=rss
\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\

“É permitida a reprodução total ou parcial deste texto desde que obrigatoriamente citada a fonte.”


Adam Clayton fala sobre a The Joshua Tree Tour 2017 e a premiação do MusiCares

O baixista do U2, Adam Clayton, conversou com a revista Variety sobre a The Joshua Tree Tour 2017 e a homenagem que receberá na próxima segunda-feira,  em Nova York, no 13° MusiCares. Clayton, que está sóbrio há 19 anos, receberá o prêmio Stevie Ray Vaughan - um reconhecimento ao seu apoio.

"As pessoas podem ser críticas e dizer que os viciados são fracos ou são ruins", diz ele. "Mas a minha experiência é que as pessoas na reabilitação e recuperação são realmente muito corajosas".
.

Qual é a sensação de revisitar o álbum The Joshua Tree todos estes anos depois?

Não vamos voltar lá, porque é a única maneira que podemos sair em turnê e fazer alguns shows. Nós vamos voltar como uma forma de comemorar e celebrar o lançamento desse disco, e de alguma forma ver o que mudou no mundo nesses 30 anos desde que o disco foi lançado. É sobre ambos, o que mudou internamente para aqueles jovens idealistas de olhos abertos que viajaram em turnês pelo mundo - e acho que provavelmente levou 10 anos para todos nós nos recuperarmos do sucesso de The Joshua Tree, porque ele colocou nossas vidas em um curso diferente - e o mundo realmente mudou muito?

E o que você está vendo?

A política é uma questão complicada e acho que o que aprendemos pela reação à esquerda, se você gosta, nos últimos dois ou três anos é que há um número enorme de pessoas na área de renda média que não se sentem representados e não sentem que têm uma participação no futuro. Notei recentemente isso de pessoas (idosas), elas trabalham muito e suas chances de, por exemplo, comprar uma casa são muito, muito limitadas. Eu acho que (há 30 anos) éramos um pouco idealistas em termos do que estávamos comprando, chegando na América com uma espécie de chapéu de imigrante, (acreditando) podemos ter uma participação neste país e, até certo ponto, a mitologia de 'The Joshua Tree' está em consonância com isso.
30 anos depois, estou percebendo que a visão da América se foi. É um mundo muito mais severo.
Espero que a mudança venha e a democracia se reinicie na América, e vai servir mais para as pessoas do que agora. Este é um período difícil - há muita agitação na Europa exatamente desta mesma forma (como na América), de pessoas sentindo apenas raiva. Há muita raiva, e as pessoas estão lutando e eles têm lutado por muito tempo.

É isso que você está ouvindo dos fãs?

Não estamos recebendo um feedback direto nesse sentido. Mas em termos de pessoas que se encontra na vida, e se você tem um ouvido aberto para o que está acontecendo, estou sentido isto. Certamente é verdade sobre a maneira como as pessoas estão votando, e certamente é verdade sobre o que está acontecendo na Europa. As pessoas desconfiam das políticas tradicionais porque não funcionou para elas.

É verdade que finalizaram o álbum 'Songs Of Experience', mas decidiram repensá-lo porque não se sentiam correto lançar ele logo após a eleição do Trump?

Sim, esse foi certamente o nosso sentimento. Uma vez que a eleição tinha acontecido, não queríamos lançar um disco sem ter algum tempo para avaliar o que estava acontecendo e que estava por trás do resultado. E certamente essa onda de mudança parecia estar se movendo através da Europa também, então nós dissemos "Vamos reexaminar onde estamos", e fizemos isso e acho que tem sido melhor para este disco e tem sido melhor para a composição e é muito mais uma mensagem do que o U2 faz e que o U2 faz muito bem.
Songs Of Experience estava pronto para ser lançado há um tempo, porque não exigia muita cirurgia, por assim dizer - foi um pouco de cirurgia estética. Então dissemos: "poderíamos lançar este disco este ano, ou poderíamos celebrar 'The Joshua Tree' e lançar o novo disco quando finalizarmos esta celebração, e depois planejar uma turnê em torno dele e todas as coisas que vão junto com um novo álbum". O único spoiler disso é que 'The Joshua Tree Tour 2017' tem sido um enorme sucesso fugitivo e estamos adicionando mais shows. Assim, a resposta à sua pergunta é, Songs Of Experience está pronto para ser lançado, mas neste momento não tenho certeza quando ele será lançado porque a turnê ainda está em ascensão e tendo sequência.

Acho que não há como fazer uma turnê cobrindo o novo álbum e o 'The Joshua Tree' ao mesmo tempo.

A mensagem seria um pouco confusa porque o novo álbum é realmente parte de um conjunto de músicas que se relacionam com Songs Of Innocence, que foi projetado primeiramente como uma turnê indoor que tivesse duas partes - Songs Of Innocence e Songs Of Experience - e eles são um tipo de suportes dos livros. Planejamos Songs Of Experience com uma turnê em locais fechados. Nós simplesmente não achamos que seja algo que funcionaria ao ar livre. A turnê de arena de Songs Of Innocence há dois anos foi realmente poderosa e realmente tocou as pessoas e nos tocou. Queríamos dar continuidade à essa intensidade e acho que é isso que vamos tentar fazer.

Você estará sendo homenageado pelo MusiCares na próxima semana. Por que esta organização está tão próxima do seu coração?

Acho que a razão é, como alguém que passou por uma reabilitação e recuperação, reconheço que muitas pessoas se deparam com dificuldades, e é algo mal interpretado. As pessoas podem ser críticas e dizer que os viciados são fracos ou são ruins, mas minha experiência é que as pessoas na reabilitação e recuperação são realmente muito corajosas. É ótimo saber que você pode ter uma segunda chance. Tive muita sorte - era um privilégio para mim que poderia pagar (a reabilitação) e poderia colocar minha vida ali para se beneficiar disto. Não é tão fácil para a maioria das pessoas, e acho que é onde o MusiCares realmente ajuda. Cerca de 19 anos atrás, o sucesso de The Joshua Tree tinha realmente virado a minha cabeça e não sabia como lidar com isso. Não sabia o que estava errado comigo, mas alguns músicos estavam lá para mim e me mostraram que você poderia estar em uma banda e não precisar participar da extensão auto-destrutiva que acompanha aquilo. Uma dessas pessoas foi Eric Clapton. Foi incrível para mim tê-lo me dizendo que há ajuda e há vida depois que você pára de beber. Então, eu sou muito, muito grato a qualquer organização que ajuda as pessoas a ficarem limpos e sóbrios.

Você ajudou outros da maneira como Eric Clapton te ajudou?

Sim, sempre que fui chamado ou quando me deparei com alguém que precisasse de alguma orientação sobre o assunto. Na minha experiência, cada alcoólatra ou viciado tornou-se obcecado com a pergunta eterna: Eu sou um viciado? E acho que se você está nesse ciclo, você tem que concluir que você é e você tem que obter ajuda. É muito assustador para quem luta contra esses demônios. Gosto de orientar e estar lá e ajudar alguém chegar ao ponto onde eles podem tomar essas decisões por si mesmos.

As organizações como a MusiCares são mais essenciais agora que Trump e os republicanos declararam a guerra contra Obamacare?

O fato de que há pouquíssimas finanças para essas questões é preocupante, especialmente quando todos os dias na imprensa americana estou lendo histórias sobre a proliferação de opiáceos e a vontade geral das empresas médicas de incentivar medicamentos prescritos, que são comunidades devastadoras na América . Estou vendo alguma mente aberta e alguma vontade de ajudar (com problemas de abuso de substância), mas geralmente não acho que seja o suficiente. A morte acidental do Prince foi absolutamente chocante para as pessoas da minha geração, e me deparo com muitas famílias que estão destruídas e sofrem de dependência e alcoolismo. É trágico.

Têm sua mão na seleção dos artistas que irão se apresentar na cerimônia?

Temos Hal Willner como nosso diretor musical e ele reuniu uma grande lista de pessoas. Um dos meus artistas novos favoritos - queria ter alguns artistas novos - é Jack Garratt, ele é uma força fenomenal da natureza, ele vai estar conosco durante a noite, assim como o The Lumineers, que estão abrindo alguns shows da nossa turnê. Há algumas outras pessoas que não estão confirmadas ainda, mas acho que vão estar conosco e torná-la uma noite interessante e eclética. Acho que um evento como esse tem que ter alguns artistas novos e mais jovens, um sangue novo. Não se pode simplesmente aparecer só com pessoas e bandas já estabelecidas.

Quem são alguns outros novos artistas recentes que você gosta?

Tivemos o prazer de ir ver Chance the Rapper, que nos encontramos no Bonnaroo, em Miami. Ele é um personagem e é claro que ele é pioneiro de uma abordagem muito diferente para o negócio da música, o que é interessante. Se estamos olhando para novos modelos de como os artistas vão sobreviver no futuro, ele parece ter descoberto alguma coisa.

E o que você estará fazendo na sua performance na cerimônia?

Para o nosso set, acho que o U2 irá me homenagear, tenho que dizer, e vamos fazer algo juntos. Mas até chegarmos mais perto do evento e entrar em ensaios e ter mais algumas discussões com Hal, não tenho certeza se vamos ser capazes de criar qualquer colaboração, porque a nossa agenda é realmente apertada no momento. Mas nós vamos fazer o que pudermos.


Fonte: Variety

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
Twitter: https://twitter.com/u2_vision
Facebook: https://www.facebook.com/U2VisionOverVisibility
Instagram: http://instagram.com/U2_Vision
Google+: https://plus.google.com/u/0/109901838418925515125/posts
YouTube: http://www.youtube.com/channel/UCOMXpAwoD6l3W5m4S1Odhmw
Dailymotion: http://www.dailymotion.com/U2_Vision
Vimeo: http://vimeo.com/u2vision
VK: vk.com/u2_vision
Tumblr: http://u2-vision.tumblr.com/
RSS: http://u2-vision-over-visibility.blogspot.com.br/feeds/posts/default?alt=rss
\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\ 

“É permitida a reprodução total ou parcial deste texto desde que obrigatoriamente citada a fonte.”

The Edge, do U2, recebe prêmio da Fundação Les Paul

O guitarrista do U2, The Edge, foi homenageado com o Prêmio Les Paul Spirit em uma cerimônia no Festival de Música de Bonnaroo, nesta sexta-feira, 9 de junho.
.

O músico disse que não hesitou um só segundo para receber a premiação relacionada ao pioneiro da guitarra.

“Les Paul foi um inventor incrível, um cara original… Ele estava sempre atrás de um som que nunca tinha sido ouvido antes”, disse o guitarrista.

E acrescentou: “Tenho uma gratidão enorme não só pelas contribuições feitas para a música, mas em termos de inovação tecnológica”, acrescentou The Edge explicando que usa além das guitarras projetadas por Les Paul, efeitos que ele desenvolveu.
.

O Prêmio Les Paul Spirit é oferecido a um artista que exemplifica o espírito de inovação através da música, marca registrada de Les Paul. Em 2016, Bob Weir, do Grateful Dead, foi agraciado com essa premiação.

Veja mais fotos aqui


Fonte: 89 FM

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
Twitter: https://twitter.com/u2_vision
Facebook: https://www.facebook.com/U2VisionOverVisibility
Instagram: http://instagram.com/U2_Vision
Google+: https://plus.google.com/u/0/109901838418925515125/posts
YouTube: http://www.youtube.com/channel/UCOMXpAwoD6l3W5m4S1Odhmw
Dailymotion: http://www.dailymotion.com/U2_Vision
Vimeo: http://vimeo.com/u2vision
VK: vk.com/u2_vision
Tumblr: http://u2-vision.tumblr.com/
RSS: http://u2-vision-over-visibility.blogspot.com.br/feeds/posts/default?alt=rss
\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\ 

“É permitida a reprodução total ou parcial deste texto desde que obrigatoriamente citada a fonte.”

U2 confirma show com Noel Gallagher em São Paulo em outubro

O U2 volta ao Brasil, ao lado de Noel Gallagher, no dia 19 de outubro para um show único (até o momento) em São Paulo, no Estádio do Morumbi. O anúncio oficial foi feito hoje.
.

Os ingressos começam a ser vendido no próximo dia 8 de Junho para assinantes do U2.COM - sendo às 10h para assinantes antes do dia 24/12 (Red Hill Group) e 12h para assinantes depois do dia 25/12 (Wires Group). Clientes Ourocard podem adquirir o ingresso no dia 12 (às 12h) e dia 16 a venda geral começa no site da TicketForFun. Os preços ainda não foram divulgados.

Quem já utilizou seu código de assinante para esta turnê, não poderá usá-lo novamente.

Antes de chegar a São Paulo, o U2 passará ainda pela Cidade do México (dia 3), por Bogotá (7), por Buenos Aires (10) e por Santiago (14).

Este será o o nono show de Bono, The Edge e companhia no Brasil, com um detalhe curioso: de todos os anteriores, apenas um deles não foi realizado no mesmo Morumbi (o primeiro, em 1998, que aconteceu no Autódromo Nelson Piquet, no Rio). Na última passagem pelo país, os irlandeses trouxeram a turnê "U2 360º" para três shows no estádio paulistano, em abril de 2011.


A banda está, desde maio, excursionando pela América do Norte com o show comemorativo "The Joshua tree tour 2017", com abertura dos ingleses do Mumford & Sons. Ainda existe a possibilidade de mais shows no país - provavelmente nos dias 21 e 22 de Outubro.

[ATUALIZAÇÃO]

Valores dos ingressos e localização:
.

Pista
Inteira R$ 500,00
Estudante / Idoso / Demais Benf. R$ 250,00

Superior 1 e 2
Inteira R$ 900,00
Estudante / Idoso / Demais Benf. R$ 450,00

Superior 4
Inteira R$ 1.360,00
Estudante / Idoso / Demais Benf. R$ 910,00

Inferior A e B
Inteira R$ 800,00
Estudante / Idoso / Demais Benf. R$ 400,00

Red Zone
Inteira R$ 1.250,00
Estudante / Idoso / Demais Benf. R$ 1.000,00

Arquibancada 1, 3 e 4
Inteira R$ 280,00
Estudante / Idoso / Demais Benf. R$ 140,00

Arquibancada 2
Inteira R$ 260,00
Estudante / Idoso / Demais Benf. R$ 130,00

O U2 tocará em La Plata nos dia 10 e 11 de outubro e em São Paulo nos dias 19, 21 e 22 do mesmo mês.


Fonte: O Globo

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
Twitter: https://twitter.com/u2_vision
Facebook: https://www.facebook.com/U2VisionOverVisibility
Instagram: http://instagram.com/U2_Vision
Google+: https://plus.google.com/u/0/109901838418925515125/posts
YouTube: http://www.youtube.com/channel/UCOMXpAwoD6l3W5m4S1Odhmw
Dailymotion: http://www.dailymotion.com/U2_Vision
Vimeo: http://vimeo.com/u2vision
VK: vk.com/u2_vision
Tumblr: http://u2-vision.tumblr.com/
RSS: http://u2-vision-over-visibility.blogspot.com.br/feeds/posts/default?alt=rss
\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\ 

“É permitida a reprodução total ou parcial deste texto desde que obrigatoriamente citada a fonte.”

RUMOR: U2 deve prolongar a Joshua Tree Tour 2017 com datas na América do Norte e do Sul

Embora ainda não tenha sido confirmado, uma fonte confiável indicou que o U2 e a Live Nation estenderão o Joshua Tree Tour 2017 com datas adicionais em setembro e outubro nas Américas.
.

O itinerário inclui nove novos shows de estádios nos EUA, todos em cidades que a banda não teve shows agendados na primeira etapa da turnê. Depois disso, tem a banda segue para a Cidade do México para dois shows e depois para a América do Sul, passando por quatro países.

As datas são:

3 de setembro - Detroit no Ford Field
5 de setembro - Buffalo no New Era Field
8 de setembro - Minneapolis no US Bank Stadium
10 de setembro - Indianapolis no Lucas Oil Stadium
12 de setembro - Kansas City at Arrowhead Stadium
14 de setembro - Nova Orleans no Mercedes Benz Superdome
16 de setembro - St. Louis no Dome at America's Centre
18 de setembro - Atlanta no Estádio Estadual de Geórgia
22 de setembro - San Diego no Estádio Qualcomm

3 e 4 de outubro - Cidade do México no Estádio Foro Sol ou no Estádio Azteca

7 de outubro - Bogotá, Colômbia no Estádio El Campin

10 e 11 de outubro - Buenos Aires, Argentina em La Plata

14 de outubro - Santiago, Chile no Estadio Nacional

19, 21 e 22 de outubro - São Paulo, Brasil no Estádio Morumbi

Logicamente, estas datas estão sujeitas a confirmação e/ou alterações. Uma pessoa no Interference informou que o anúncio acontecerá na próxima terça-feira, 6 de junho.


Fonte: ATU2

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
Twitter: https://twitter.com/u2_vision
Facebook: https://www.facebook.com/U2VisionOverVisibility
Instagram: http://instagram.com/U2_Vision
Google+: https://plus.google.com/u/0/109901838418925515125/posts
YouTube: http://www.youtube.com/channel/UCOMXpAwoD6l3W5m4S1Odhmw
Dailymotion: http://www.dailymotion.com/U2_Vision
Vimeo: http://vimeo.com/u2vision
VK: vk.com/u2_vision
Tumblr: http://u2-vision.tumblr.com/
RSS: http://u2-vision-over-visibility.blogspot.com.br/feeds/posts/default?alt=rss
\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\ 

“É permitida a reprodução total ou parcial deste texto desde que obrigatoriamente citada a fonte.”